Lígia, 24 anos. A pior hora é quando eu lembro que tenho que entrar aqui e atualizar esse número mais uma vez.

Contato/MSN: ligiamelia@hotmail.com

Alquimia do Verbo

Onomatopéia

One Last Run

Um pouco de bossa

Tutameia em Prosa

Amarelo Banana

Champ Vinyl

Champ Chronicles

Me Exorcisa

O Vale de uma Boneca

Isshou

Carolina Villenflusser

Manual do Cafajeste

Te Dou Um Dado

 

O saco de ir embora é que tudo é pela última vez. ...

Da série coisas que eu comprei sem precisar com d...

Peraí, como assim? Explica isso melhor!

Levanta às 5h30. Se arruma. Vai pra a auto escola....

Cheirinho Acho que nunca mais vou lavar meu casaco...

O meu amor Tem um jeito manso que é só seu E que m...

A Nati ex-Paty Maionese me mandou uma brincadeirin...

Só pra lembrar que eu odeio carros, não tenho a me...

CFC Cerca de 40% das pessoas que prestam o exame ...

Eu anunciei, no começo deste ano, que o fim dos di...

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007

Outubro 2007

Novembro 2007

Dezembro 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Abril 2008

Maio 2008

Junho 2008

Julho 2008

Agosto 2008

Setembro 2008

Outubro 2008

Novembro 2008

*segunda-feira, 28 de agosto de 2006

Depois de meses namorando, comprei! E chega amanhã!


Biografia oficial da banda, traz depoimentos dos quatro integrantes desde seu início até o prematuro fim. Traz fotos inéditas retiradas do acervo pessoal de cada integrante, e faz um apanhado dos dez anos de formação do grupo, divido cronologicamente. Edição traduzida do original "The Beatles Anthology", publicado pela americana Chronicle Books.



E meu bolso chora uma facada de 200 reais. Mais um pouco e eu deixo de ser a Magnata da Lapa...


por Amelie às 19:58 | 3 comentários

____________________________________________________

*domingo, 27 de agosto de 2006

4 horas da manhã. Um médico, James Dean, uma marinheira, Nero, a fada Sininho, um mafioso e uma colegial entram no McDonalds, chamando a atenção de todos os presentes. Isso sim é que é McDia feliz.


por Amelie às 19:36 | 2 comentários

____________________________________________________

*sábado, 19 de agosto de 2006

Uma amiga minha da faculdade pegou um filme do Fellini na biblioteca outro dia. Eu não teria porque fazer isso. Minha vida por si só já é altamente fellinesca.

Ontem fui na Unifesp entrevistar estudantes de Medicina para uma matéria. Andando destraídamente, entro numa sala repleta de corpos: novos, velhos, decompondo-se, inteiros, em pedaços. Uma cabeça feita só de carne e osso, sem olhos, boca e nariz é o novo papel de parede do meu cérebro.


por Amelie às 20:47 | 3 comentários

____________________________________________________

*domingo, 6 de agosto de 2006

Uma coisa que muita gente não sabe é que existem pessoas que são capazes de reconhecer um sonho e interferir nele. Eu sou uma dessas pessoas. Talvez meu consciente e meu incosciente não se dividiram muito bem quando meu cérebro foi formado. Talvez por isso, também, eu tenha a mania de sonhar acordada.

O fato é que, de uns tempos para cá, eu desenvolvi uma técnica interessante. Às vezes, quando estou sonhando com algo e me pergunto, dentro do sonho, se aquilo é realidade ou é de fato um sonho, eu paro e penso nas coisas absurdas que podem haver ao meu redor: se eu estou em casa e tem um pavão no meio da sala: sonho; se alguém que já morreu está vivo: sonho; se eu estou na faculdade e vejo o Bozo, oops, aí já é uma questão controversa. Enfim, se trata de uma técnica muito boa, que eu uso para ficar aliviada quando tenho sonhos ruins, ou para, em sonhos bons, me certificar de que aquilo não é real.

Hoje eu tive mais um daqueles sonhos bizarros, sobre os quais pensamos: "isso só acontece em sonho mesmo". Mas daí eu parei pra pensar: será que não são os sonhos que estão certos e nossa vida é que é altamente absurda????


por Amelie às 11:20 | 4 comentários

____________________________________________________

*quarta-feira, 2 de agosto de 2006

Dicas de alguém já aprendeu a lição...

Quando você trabalhar numa sexta-feira durante o dia todo, não saia a noite. Se sair, dê uma desculpa para não ir trabalhar no sábado de manhã. Se for, lembre-se de na mesma noite recusar qualquer convite para sair. Se aceitar, não apareça em nenhum churrasco no domingo seguinte. Se aparecer, tenha certeza de faltar a aula no dia seguinte. Se não faltar, certifique-se, depois do trabalho, voltar direto para casa. Se, ao invés disso, for bater perna com uma amiga, não aceite cobrir nenhum evento importante na terça-feira à noite. Se aceitar, preste bem atenção para chegar em casa e ir direto para a cama. Se não for, porque precisa entregar uma matéria até o dia seguinte às oito, durma profundamente na sua aula de economia na quarta-feira. Só tome cuidado para não babar.

Um dia, quando eu for mãe e quiser que meu filho durma, não vou chamar a super nanny pra me ajudar. Vou contratar um professor de economia para embalar seu sono com suas abobrinhas macroeconômicas.


por Amelie às 20:31 | 3 comentários

____________________________________________________